Publicidade
Matteus Amaral (Reprodução/Instagram)
Matteus Amaral (Reprodução/Instagram)

Nesta sexta-feira, 14, Matteus Amaral usou os stories de seu perfil oficial no Instagram para se pronunciar sobre a polêmica de fraude de cotas.

Publicidade

De acordo com nota do Instituto Federal Farroupilha, o ex-participante do BBB 24 teria ingressado na faculdade em 2014 por meio da Lei de Cotas ao se autodeclarar preto – o que ele não é. Na época, o único documento exigido para comprovação de etnia era uma declaração feita pelo próprio aluno.

Matteus, então, se defendeu: “Recentemente, surgiram informações de que, em 2014, fui inscrito no curso de Engenharia Agrícola no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Farroupilha sob a modalidade de cotas para pessoas negras. Esta nota tem como objetivo esclarecer as circunstâncias dessa inscrição e expressar minha posição a respeito”, iniciou o texto.

“A inscrição foi realizada por um terceiro, que cometeu um erro ao selecionar a modalidade de cota racial sem meu consentimento ou conhecimento prévio. Entendo a importância fundamental das políticas de cotas no Brasil. Por isso, lamento profundamente qualquer impressão de que eu teria buscado beneficiar-me indevidamente dessa política, o que nunca foi minha intenção”, continuou.

“Reafirmo meu arrependimento por quaisquer transtornos causados e meu compromisso continuo em ser um defensor ativo da igualdade racial e social. Agradeço a oportunidade de esclarecer este assunto e peço desculpas por qualquer mal-entendido que possa ter ocorrido”, finalizou.

Publicidade

Veja:

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Segue a Cami (@segueacami)

Publicidade