novelas   / Jorge Brasil

'A Dona do Pedaço': Tudo sobre o lindo casamento de Agno e Leandro

Eles se unem cercado por amigos e familiares, menos Régis, que, por virar evangélico, é contra a união gay

Jorge Luiz Brasil Publicado quinta 21 novembro, 2019

Eles se unem cercado por amigos e familiares, menos Régis, que, por virar evangélico, é contra a união gay
Leandro e Agno serão felizes para sempre - Divulgação Globo

Após meses de carícias leves, Agno (Malvino Salvador) e Leandro (Guilherme Leicam) devem dar seu primeiro beijo em público com o incentivo da filha do empresário, Cássia (Mel Maia).  Na cena de A Dona do Pedaço, os pombinhos aparecem em seu apartamento assinando os papéis da união civil. "Casados", diz Agno. "Tão simples assim? Quando casamos teve pompa...", comenta Lyris (Deborah Evelyn). "Eu preferi fazer um jantar em família", explica o maridão de Leandro. "O que importa é que assinamos o compromisso", acrescenta o esposo de Agno. Neste momento, Cássia interrompe a conversa para fazer um pedido. "Falta uma coisa. Casamento sem beijo?", comenta a garota. "Vou morrer de timidez", confessa Leandro. "Filha, beijar aqui, na frente de todo mundo?", pergunta Agno. "Pai, sou sua filha. Já aceitei teu companheiro. Beija", pede Cássia. Os convidados presentes fazem coro: "Beija, beija, beija!" Agno hesita, mas é encorajado por seu amado. "Beija", diz o bonitinho. "Beijo",  concorda o gostosão, que agarra o marido, trocando um delicioso e aguardado beijo com ele. Resta saber se a Globo vai exibir a sequência.

O ponto negativo da cerimônia é provocado por Régis (Reynaldo Gianecchini). Depois de virar evangélico por influência de Josiane (Agatha Moreira), Régis mudou da água para o vinho, e por conta da religião, terá uma atitude preconceituosa. Ele se recusa a comparecer ao casamento de Agno e Leandro e Gladys (Nathalia Timberg) justifica a ausência do filho na cerimônia. "O Régis se converteu e é sério. Não que seja contra você, Agno, mas preferiu não comparecer", explica a ex-dondoca. "O Régis ficou radical", critica Lyris. "Não me sinto ofendido. Se essa conversão fez bem para o Régis, sou o primeiro a aplaudir", comenta o empresário gostosão. "Só não entendo por que tanta gente se preocupa com quem o outro está dormindo. A minha filha, por exemplo, demorou para aceitar que sou gay", continua ele. Vida que segue!

 

Último acesso: 13 Jul 2020 - 07:33:39 (1051556).