As emocionantes vidas de Elis Regina e Éder Jofre chegam à tela da Globo

Os filmes de sucesso foram adaptados como as minisséries 'Elis – Viver é Melhor Que Sonhar' e '10 Segundos Para Vencer', de quatro capítulos cada

quarta 9 janeiro, 2019
Andreia Horta brilha na pele de Elis Regina
Andreia Horta brilha na pele de Elis Regina Foto: Divulgação Globo

Grande sucesso nos cinemas, em 2016, o filme Elis emocionou todo o país. O mesmo aconteceu ano passado quando 10 Segundos Para Vencer chegou à tela grande, narrando a eletrizante trajetória do boxeador Éder Jofre. Pois os dois filmes estreiam daqui a pouco na Globo, em versões estendidas. Elis – Viver é Melhor Que Sonhar traz Elis Regina, magistralmente vivida por Andreia Horta, dando uma entrevista fictícia, que seria a última, antes de sua morte. E são a partir das declarações da cantora que o diretor Hugo Prata vai contando a vida da protagonista. “Quando soube que interpretaria Elis, três anos depois de tê-la feito no cinema, achei uma loucura da vida. Revisitar alguém com Elis é sempre um prazer raro. Foi lindo colocar meu corpo, minha voz e meu pensamento a serviço dela. Cresci um tanto mais”, revela Andreia, que volto ao estúdio para fazer novas cenas, principalmente ao lado de personagens que não fizeram parte do filme, como Rita Lee (Mel Lisboa), Tom Jobim (Sérgio Guizé) e Vinicius de Moraes (Thelmo Fernandes). A ideia foi construir, a partir do filme do Hugo Prata, este docudrama, que fala da vida de uma das maiores cantoras do Brasil, da realidade da época, e também ter o testemunho de pessoas que conviveram com Elis na sua intimidade. Tudo para contar uma história intensa e emocionante, de um artista que deixou um legado incrível”, conta o roteirista, George Moura, que escreveu cenas novas exclusivas para a minissérie, como um teste que Elis fez diante de Tom Jobim e Vinicius de Moraes

elis

Já a narrativa de10 Segundos Para Vencer é mais linear para narrar a trajetória do brasileiro Éder Jofre, bicampeão mundial de box, que disputou 81 lutas, com 75 vitórias, quatro empates e apenas duas derrotas, ambas por pontos. “É mais uma oportunidade de conhecer um pouco mais da nossa história. Éder Jofre fez história e não apenas no Brasil. Ele está entre os dez melhores pugilistas do mundo, no Hall da Fama, em Nova York. O programa merece ser visto pela qualidade artística, pela história e também pela qualidade das lutas, com boxe de verdade”, explica o ator Daniel Oliveira, que vive Éder Jofre. “A minissérie tem cerca de 25 minutos de cenas inéditas e mergulha mais profundamente na vida pessoal de Éder Jofre, em suas relações com a esposa, com os filhos, com a mãe e o irmão”, adianta o diretor José Alvarenga Jr, que também alerta para outro diferencial da minissérie: um documentário com cenas e entrevistas inéditas, incluindo um depoimento do japonês Masahiro Harada, de 82 anos, único adversário a derrotar Éder Jofre e do comentarista de boxe Newton Campos, que conta que Mike Tyson admirava e estudava os movimentos do brasileiro. Elis – Viver é Melhor Que Sonhar começa logo após O Sétimo Guardioão e 10 Segundos Para Vencer é exibida na sequência.


Mais Notícias:


Redação Digital

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

  1. 1 Humberto Martins se explica após críticas em comentário sobre caso de assédio
  2. 2 Datena vai processar repórter que o acusou de assédio sexual
  3. 3 Globo exibe 'Intocáveis' nesta segunda-feira (21)
  4. 4 Saiba como funciona o 'Quarto dos 7 desafios'
  5. 5 Brasileiros 'invadem' instagram de Madonna com mensagens contra Bolsonaro

NOVELAS

  1. 1 Autor Aguinaldo Silva pede a volta de José Mayer
  2. 2 Danilo vai aparecer no presente como o fotógrafo Daniel
  3. 3 Autora de Cordel Encantado lamenta: 'Queria muito que o Domingos estivesse aqui'
  4. 4 Carmen implora para Dom Sabino desistir de Duelo
  5. 5 Dom Sabino tenta ficar com duas e volta para a pensão
/=\